23 de ago de 2013

Resenhando: A Seleção - Kiera Cass



Olá pessoal! Tudo bem? 

Acho que todo mundo já ouviu falar no livro "A Seleção" da autora Kiera Cass, a alguns meses eu tinha visto a resenha dele no A series of serendipity (foto), e me apaixonei pelo livro logo de cara, depois vi a resenha no blog Magic road, e minha vontade de ler esse livro só aumentou, então fui na livraria e comprei, na verdade fui na livraria e ganhei de presente (obrigada pai!).

E só tenho uma palavra para descrever esse livro: surpreendente, gostei tanto que mesmo antes de terminar A Seleção, comprei A Elite (obrigada de novo pai!), e já dei uma folheada, e sei que vou ficar com raiva de todo mundo nesse livro (A Elite).

Sem resenhar mais vamos começar logo começar a fazer a resenha do livro, haha. Mas (prometo) sem spoilers!



Vamos começar falando do livro em si. A capa é simplesmente linda, azul (), só gostaria que ela fosse durinha ou em hardcover, que apesar de não ter nenhum livro assim adoro. Voltando a capa, como vocês devem ter percebido, nela tem uma foto da personagem principal, gostei disso, pois assim minha imaginação da personagem principal fica próxima da real.  Outra coisa que eu amei é que o nome do livro e da autora são em auto relevo!

A fonte, margem, espaçamento e diagramação são ótimos e a página é amarelada () e gostei bastante do início dos capítulos!



Sinopse:

Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças de dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.

 Como devem ter visto o livro é bem interessante! Acho incrível uma garota que não queira ser princesa, e gosto bastante da visão dela sobre Illéa e de como ela gostaria de mudar as coisas, então acho que ser princesa seria uma boa para ela. Bom não acho que ela esteja é um dilema entre Maxon e As pen, pois afinal o Maxon é bem melhor que o Aspen, e acho de que tem boas chances deles ficarem juntos! Sério mesmo o Maxon é muito fofo <3

 Então gente, mesmo para quem não gosta muito de romance esse livro muuuuuuito legal! Vale super apena ;)

Espero que tenham gostado do post e relembrando se puderem comprem o livro, okey? ^.^

Kisses da Nanda

Nenhum comentário:

Postar um comentário